Saiba cuidar dos faróis amarelados

Ação do tempo deixa lentes dos faróis amareladas; correção parte de R$ 200 se feita em casa, mas oficinas especializadas também fazem o serviço.

faróis
OFICINAS ESPECIALIZADAS CORRIGEM AMARELAMENTO DE FARÓIS POR CERCA DE R$ 230Foto: José Patrício/Estadão

É comum que a ação do tempo deixe os faróis de acrílico amarelados. O efeito é perigoso, já que diminui sensivelmente a eficiência do componente e, consequentemente, a visibilidade no escuro e a segurança.

As lentes de policarbonato ficam amarelas por vários motivos. Sujeira acumulada e até insetos podem causar o problema ao longo do tempo. Manter os faróis limpos ajudará a evitar o amarelamento da peça por mais tempo. Após uma viagem, é recomendado lavar o componente com água e sabão neutro, mesmo que não haja tempo para uma ducha no carro inteiro.

Mas se evitar o efeito nas lentes de policarbonato é difícil, corrigir o problema é tarefa simples. O procedimento pode ser até feito em casa, com o uso de kits especiais para esse fim.

Por cerca de R$ 200, o kit vem com lixas finas, panos e produtos especiais para devolver a transparência ao farol. Basta seguir as instruções da embalagem e realizar o serviço – um polimento – na garagem de casa.

No entanto, é possível contar com ajuda profissional para deixar os faróis como novos. Lojas especializadas em estética automotiva cobram cerca de R$ 230 por farol. O serviço inclui desmontagem e limpeza interna e externa da peça.

Faróis embaçados

Outro problema comum é o embaçamento interno dos faróis. Ele pode ser corrigido com a desmontagem e limpeza interna. Porém, como geralmente é causado por infiltração de água na peça, a solução definitiva geralmente é a troca do componente inteiro.

Isso ocorre porque o embaçamento é sinal de deficiência na vedação do farol, permitindo a entrada de umidade. Nesse caso, o melhor a se fazer é a troca, já que o componente poderá voltar a ficar embaçado logo.

A mesma recomendação é feita se houver trincas e rachaduras na lente do farol. A melhor solução é a substituição do conjunto, já que uma tentativa de restauração pode acabar piorando o estado da peça em caso de quebra.

Fonte: Estadão